Número total de visualizações de página

terça-feira, janeiro 27, 2009

Dar.


Já alguma vez pensaram que poderia ser tudo um oceano de altruísmo?!..
Como se esta passagem fosse um som ritmado que temos de percorrer sem poder parar a musica. Como se tivessemos todos de dar algo e perder outras tantas coisas.
E se a resposta a tudo isto fosse esse mesmo oceano de altruísmos que tinhamos de percorrer e mergulhar o mais fundo que conseguíssemos.
Falo um pouco de egoísmos. Um pouco não,completamente.É feio não nos darmos uns aos outros,de nao darmos uma mão,um sorriso,um afecto,uma sensibilidade..o que for. Tudo virado para dentro,é o que é. E tudo isto que é uma mera passagem. Pobres almas pedantes que vagueiam por aí virados para si mesmas. Vi á pouco uma historia simples, sem grandes rodeios,sem grandes prémios,mas com uma boa mensagem, um pouco isto que falo. Um pouco porque só quem alguma vez vivesse essa "vida" poderia explicar a razão. Não sei..altruísmo,pagar por um erro,um azar,uma distracção.
Não sei mesmo. Toca-me estes focos em sí mesmos quando somos todos feitos do mesmo com os mesmos equilibrios e desequilibrios constantes.Caprichos, meros caprichos nos fazem agir desta ou daquela forma, deixamos todo o "cosmos"desgovernado e depois basta-nos alguma retórica para acreditarmos em alguém que nos diz os valores que todos deviamos já ter assimilado há muito. Não, não falo de premissas ou religiões,falo de corações, de olhos,de toques,de contactos. Coisas essas que poucos dão sem ter algo em troca. Louvo tanto esses que dão por dar. Uma vez disseram-me que "dar"por dar acaba por ser egoísmo.Egoísmo pelo prazer de o "dar",ou de num segundo pensamento saber que irá "receber" algo mais tarde, será?!..

Não creio. Isto é um texto meio redondo sem uma conclusão objectiva, apenas que se alguem lêr isto que pense nisso. Se realmente "damos" algo real aos que nos rodeiam. Aos nossos amigos mais próximos(esses que pensam neste mesmo momento),aos que podemos contar,aos que estão ali bem perto sem termos que lhes ir tocar no ombro..ou se nós estamos ali perto deles para o que fôr.Isto não é nenhuma tempestade, apenas como o filme é uma pradaria qualquer com um sobreiro enorme num entardecer qualquer num final de verão onde estamos recostados em contacto com a Mãe Terra. É um pouco esse sentimento que ,se é que isso é possivel com tais metáforas estupidas, pretendo despoletar.
O sentimento de "dar" de sermos mesmo boas pessoas,de "darmos" a esses que nos rodeiam algo merecido.
Sejam para os outros como gostavam que fossem para vocês,meus caros.
Coisa que por aí não abunda.
Uma boa semana.
obs: (a quem não fôr para mim , como eu sou para essa pessoa...)
obs2: a primeira foto é minha, a quem a quiser.

3 comentários:

Anónimo disse...

"DAR"
Há um Dar que não se pensa, um Dar, Querido Amigo, que apenas flui. Essa forma de Dar não hipócrita, não egoista, é puro sentimento, raro é um facto, evidente no amor que uma mãe tem a um filho, menos evidente na verdade de uma amizade. Sim... ainda há Amigos verdadeiros que nos dão sem pedir em troca. Eu conheço um...

Francisco disse...

Bem miudo...

Anónimo disse...

Todos nós agimos melhor ou pior a determinadas situações!
Graças a deus que ainda existem pessoas que parecem ter os valores morais v sociais na massa do sangue, o pior é que outros os parecem respeitá-los sem contudo os terem interiorizado e, ao menor descuido, lá estão eles a arranjarem desculpas para justificarem os maus actos. São as pessoas para quem só elas contam, e nada mais (aqui sim tens o Egoísmo, no seu esplendor).
Valores, como a educação, a ajuda ao próximo, o DAR o nosso ombro como sinal de solidariedade, o simples bons-dias, boas-tardes ou boa-noite, terminologias que a pouco e pouco vão desaparecendo.
Embora pareça muito pessimista, eu ainda acredito nas pessoas. E, meu amigo existem pessoas (conheço algumas) que fazem/dão o que tem e podem, sem nunca desejar ou esperar receber algo em troca. Por vezes, a simples expressão de contentamento é suficiente.

“Nós vivemos com o que recebemos, mas marcamos a vida com o que damos”

Real Time Web Analytics