Número total de visualizações de página

sexta-feira, setembro 09, 2011

moral da historia completamente esbatido em contradições.


Por vezes fico na duvida se será bom ou mau "chegar-mo-nos" á frente.

Há quem chame, "tê-los" no sitio, há quem lhe chame suicidio/masoquismo.

sinceramente nao tenho a resposta objectiva para a pergunta. Isto vem a propósito de uma conversa com um amigo que estava com uns dilemas, e acabamos por nao chegar a conclusao alguma.

hoje vivem-se "épocas" de mudança, de astros, de energias novas, de 2011 e anos que marcam quem ficará nas nossas vidas ou não, de aquário e fases egoistas, de "naturalmente" as pessoas teêm todas tendencia para ficar a sós, porque nao têm tempo, vontade ou disponibilidade para alguem. porque a nossa noçao de relaçao monogamica está a mudar... aquele conceito "cristao romano" vai mudando, os filmes da pipoca com as relaçoes "intermitentes" surgem e as pessoas acabam por viver assim. Pessoalmente acontece-me o mesmo, é verdade. Não tem nada a ver com desvanescer com os sonhos, mas o "sem expectativas" dá-te assim dois contrastes.

Ora vais á guerra e "dás a cara á morte", pois vive-se assim mesmo e aguentas-te á bronca... ou pões-te de parte e vais "sobrevivendo" sem expectativas saltando de cama em cama...

não tem de ser de cama em cama, mas com um mundo cheio de miudas giras, cheias de vontade de tudo... é complicado para um gajo dizer que nao, nao é?! ... isto pode parecer machista, mas com as raparigas passa-se o mesmo... exactamente o mesmo. a censura é esbatida e nao deve haver porque"somos todos seres livres", mas depois mesmo que haja o compromisso ou a relação, que certeza podes tu dar (sejas ele ou ela), se vives"mais só" que todos? se vais ao chiado e é só mulher gira para onde te viras, se vais sair á noite com as tuas amigas e se és assediada a mil metros de distancia?!..

sobreviver sem medo. digo eu. porque apesar de te mandares ao touro, mesmo sabendo que podes levar uma pancada bem forte, ás tantas acabas por gostar dele (ou da pancada em alguns casos)... normalmente o ser humano tem tendencia a gostar de quem pior nos faz, daí ser tudo um mar de contradições.

há que ser sincero. se ela gosta mais de ti do que tu dela (que nao digam que nao acontece pois acontece imensas vezes), tens de dizer para ti mesmo, e para ela mesma que ninguem pode criar expectativas...porque ninguem quer por a cabeça num cepo nos dias que correm. E depois é deixar que se os dois demonstrarem vontade que aconteçam os bons episodios, algo mais se vá propagando mas mesmo assim..(e agora vem a minha parte), é bem possivel que vás cair um dia destes.

ou então como diz o outro, "se não souberes, nem faz mal nenhum"... ou seja... voltamos ao ponto de partida, para quê entao tudo isto?!

secalhar ja nao nos é tao natural "sermos uns para os outros" porque estava "escrito"... as relaçoes mudaram e ponto final. mas a verdade, é que grande parte deve andar bem insatisfeita... até lá..é ir comendo o que aparece.

mas e agora expliquem os/as comprometidos/as , garantidamente felizes e confiantes, que só sabem é dar facadas?! são escapes, sao desvarios loucos de desejo que como no filme de domingo, e na novela isso acontece.. tambem nao nos podemos negar ao que somos. e somos todos feitos de hormonas, mas tanto assim é que ja nao tenho bem a certeza.

ao ponto de retorno novamente.

pessoalmente creio que o segredo pode estar, repito, pode estar, num limbo entre o viver porque se sente algo mais com essa pessoa e o nao criar expectativas. isto na teoria é facil, mas depois das noites de hotel , das noites a dançar, jantares, e sexo com fartura...a coisa ja complica mais.

certo?!...

ter uma lista de "requisitos"pode ajudar, mas tambem nao te podes agarrar fielmente por 3 razoes:

Deixar surpreender.

As tuas prioridades mudam por vezes de dia para dia, onde descobres que dentro de ti ha uma vontade de comer tudo o que mexe, ou de simplesmente "casar"...daí as frequencias e timing's de vida terem de estar bem alinhados (o que por si só nao é suficiente)

E o terceiro motivo é que realmente até alguem que nao preencha essa tua lista, pode-te fazer muito mais feliz do que aquilo que tu imaginas...

depois, é deixar ir acontecendo e pensar que se foi assim "é porque tinha de ser" e vais aprendendo o melhor que possas... mas manda-te pá... que se lixe.

ir tentando ver uma coisa maior, tentando ver que realmente nao precisas tanto disto, precisas mais daquilo, que daqui a 4 anos, se os teus desejos se mantiverem, aquela pessoa é capaz de te acompanhar aonde quer que seja, (acho que insconscientemente vou recusando o facto de as pessoas hoje estarem feitas para estar sós)...mas daqui a uns anos já pode nao ser...

cada um faz o seu projectos, e depois se do outro lado estiver alguem que te vá preenchendo ou acompanhando...give a chance. mas ja sabes, com aquelas contradições todas que te levam ao ponto de partida.

(lembrei-me agora daquela dos cool hipnose...)


não se limitem é a viver "á parva"...que isso é merda.

sei que este texto nao está grande espingarda, mas tambem nao vejo assim muita gente que valha a pena.

até ver.

estas num ponto sem retorno, no dia em que te deixares levar, embalado pelo sonho, de amar aquilo que encontrares.

é verdade nao é?!

1 comentário:

Teresa disse...

Hello wolf!

Adorei o texto..mas quero acreditar que o amor eterno existe mesmo, que os príncipes tb, e que eu ainda vou encontrar um...

beijos

Real Time Web Analytics