Número total de visualizações de página

domingo, setembro 16, 2012

ás vezes.


Bon Iver - Beth / Rest from Ricardo Herrera on Vimeo.

ás vezes temos que nos libertar do peso de chegar ao que tanto ambicionamos alcançar.
Ás vezes por muito que tentemos dia após dia,aqui, ali, do outro lado do rio, onde for..chegamos á conclusão que o tudo não chega.
Que se libertem as vontades.

 Ás vezes não pensamos devidamente nas nossas mãos, nas nossas almas e tudo parece(por momentos) uma insatisfação crónica.
Será o tudo querer de todas as maneiraS?!..afinal é legitimo, somos lutadores e sempre conseguimos o que realmente quisemos.

Outras vezes não. o chavão das voltas que o mundo dá é bem verdadeiro, e isso só tem que nos libertar e tirar a pressão de cima dos ombros.

Que se lixe, digo. Ás vezes o sonho de uma noite de verão funciona, outras vezes os desamores são alinhados para um qualquer lado que nao se compreende á vista desarmada.

Que se solte o fervor da vontade. recentemente o universo deu 3 voltas completas. nem tudo é para ser compreendido á primeira. a principio li de uma forma, depois virou para ali, apaguei 3 ou 4 fogos, e o universo volta a desalinhar-se. aparentemente tudo está alinhado novamente, mas largo essa leitura. e isso sabe-me pela alma. largar tudo.

Ás vezes é bom deixar de sentir(porque se sente sempre), ás vezes é bom tudo dizer(porque fica sempre algo para contar), ás vezes tenho vontade de ouvir um pouco mais(do que ja ouvi tantas outras vezes).

 Ás vezes ha domingos que nos tiram os pés do chão, ás vezes há domingos que nos metem toda a gravidade do mundo nos pés.

Como diz a musica, "eu estou bem, quase tão bem...vê como é bom voltar a dizer:Eu estou bem".

 obs: "e não foi assim que o tempo nos fez, e fez assim com todos nós, e nao foi assim que a razao nos amou, e fez assim com todos nós".

 Liberto. ás vezes com saudade do querer e do abraçar.

2 comentários:

nAnonima disse...

muito bom.
:) beijo

Deia disse...

Largar tudo? Não sei... Que se lixe

Real Time Web Analytics