Número total de visualizações de página

quinta-feira, junho 27, 2013

a arvore da vida

a vida está a mudar. parece-me a todo o vapor.
tudo que desejei, chegou-me as mãos. conheci, por acaso, ventura do destino ou predestinação.
luto por isso, dou-me. aceito o que a vida me deu. nao criei/não crio expectativas, e sigo atrás do que o peito me diz.
quero fazer algo a dois, um império, um castelo, o nosso castelo.
quero ter principes e princesas, quero trabalhar por eles, viver por eles.

quero ouvir musicas, ensinar-lhes lendas e historias. correr, andar de bicicleta, sarar feridas, dar as mãos. estar com Ela deitado numa pradaria, e vêr aquelas imagens de alegria dignas de filmes.

disse em tempos que a vida nao é como nos filmes, mas sempre temos os filmes.

resume-se a isso.

vivem-se historias de amor, de venturas e desventuras. de mal entendidos, de abraços e beijos longos como as noites de verão o exigem.

lágrimas, alegrias, abraços, calores, dedos no cabelo, noites de cinema.

nunca Lhe tinha escrito, ela já.

quero surpreende-la mais, dar-lhe paz e segurança. que confie no destino e nas nossas mãos.

vivo bem hoje. vivemos os dois apesar de tudo. somos optimistas, recebemos o karma de volta, penso.

Quero ser Feliz, isto soa um misto de demosntração publica anonima de afecto por alguem com uma mistura de grito á noite enquanto toca a Minnesota dos Bon Iver aqui ao lado.

é Amor. se estou cansado como ha muito nao estava, se o calor é anestesiante, se conto as horas para voltar a casa, é Amor.

Atitude, basta isso para conquistar, e Ela tem tudo isso e muito mais.

no outro dia li isto do (agora na moda MEC)

"As raparigas do Norte têm belezas perigosas, olhos impossíveis.
Têm o ar de quem pertence a si própria. Andam de mãos nas ancas. Olham de frente. 
Pensam em tudo e dizem tudo o que pensam. Confiam, mas não dão confiança. 
Acho-as verdadeiras. Acredito nelas. 
Gosto da vergonha delas, da maneira como coram quando se lhes fala e da maneira como podem puxar de um estalo ou de uma panela, quando se lhes falta ao respeito. 
São mulheres que possuem; são mulheres que pertencem. 
As mulheres do Norte deveriam mandar neste país. Têm o ar de que sabem o que estão a fazer."

Ela é isto tudo. Sem tirar nem pôr.
Respeito-a como nunca respeitei alguem, gosto dela, desejo-a, sonho-a. o toque da pele, os olhos adormecidos pela manhã, o tom de voz, a alma aberta, o coração terno, os nervos em franja por momentos, as chapadas de realidade que me dá, o equilibrio..tudo.

estou apaixonado meus amigos, e chorei já por isso. de Alegria, muita Alegria.

digo-o frontalmente através de algum anonimato, ou não. importa sim o que as palavras dizem quando chegam aos olhos desse lado que ficam a ler e a ouvir.

Acreditem. Dure o que durar, Acreditem.

hoje Sou Grato, e ainda muito está por escrever.

Beijos e Abraço.












5 comentários:

Sue disse...

Simples, sincero e lindo :) Vocês fazem um casal muito fofo, beijinhos aos dois e muitas felicidades ;)

DN disse...

:)

E disse...

damn, you rock ;) siga para bingo, fechar os olhos e vamos em frente sem medos. Assim mesmo.

Sofia disse...

Feliz por ti babe, tu mereces! Beijinho para os dois :)

Katya Batista disse...

algum tempo não passava por aqui para espreitar o blog deste amigo, mergulhada nas imagens encontrei estas palavras do coração... que feliz que fiquei por ti e que sorriso espontâneo me arrancaste esta noite!! :)
O melhor do mundo para ti meu querido!
Beijinho grande*

Real Time Web Analytics