Número total de visualizações de página

sexta-feira, agosto 28, 2009

Sêr/Ser Vindímico.






Ora venho desta forma tentar apresentar aos demais o que é uma pessoa das Vindimas. Nao de umas vindimas ditas no sentido real da coisa,mas mais propriamente nas grandiosas Festas das Vindimas.
http://www.festadasvindimas.org
Ora nestes dias,que calha sempre no primeiro fim de semana de Setembro,ja fazem uns bons anos,cerca de 40 e tal edições, perdoem-me os meus conterraneos palmelões por tal infamia da minha parte,mas aqui nao é isso que importa.
Importa sim é o Modus Vivendi.
Ora pois aquando do inicio das festas,mais concretamente terça-feira á noite,(este ano pela primeira vez as Festas têm mais um dia),na abertura do Barril,uma "tasca" que é do neto do Cardoso,que só abre na altura das festas,é nessa noite a eleiçao da Rainha e começam assim as festividades. Dias antes ha sempre jantaress,aniversários,agendas repletas de churrascos,musicas pimba,Galé,Férias,Galapinhos,o que dá uma certa bagagem e tempo util reduzido quando se chega aos 8 dias de Festa.
Este ano será ainda mais complexo devido ás mil celebraçoes que estao a acontecer,mas....entrando assim no cerne da questao,aqui vai.
Ninguem mexe no carro,ninguem combina cafés,pensa em grandes desvios por outras bandas,acorda-se de manha,combina-se um almoço la para as 14/15h e vai-se á Festa..
é a altura do ano(bem como o Carnaval)que se volta a ver os amigos que nao vemos ha 4 ou mais anos,ou aquelas pessoas que deixamos de falar por razao alguma,e la se vai conversando mais um pouco sobre o que tem acontecido connosco.
Nestes dias pouco se liga ao telemovel,anda-se muito a pé,bebe-se um pouco(vá..),dança-se muito,concertos,provas de Vinho,provas de Queijos,escuta-se o boato do ano,dá-se abraços,janta-se aqui e ali,gasta-se demasiado dinheiro,mas Palmelão que é Palmelao diz sempre"Dinheire na é problema,é soluçao!"nao no sentido que aqui toda a gente seja rica ou assim parecido,mas que importa mesmo é a Festa,é o estar com os amigos,é o bailarico,é o jantar,é o moscatel a mais que se pede e nem sabemos quem o vai beber,é o ir para a Festa e ficar na mesma barra a beber vinho desde as 15h, ir a casa ás 19h tomar banho,vestir uma coisa mais quente e ir prá Festa novamente.
É rir demasiado,é estar frente ao barril e decidir quem sao as revelaçoes do ano,quem é que está diferente,é uma pequena grande vila onde "as coisas acontecem e ninguem SABEM quem são".
é ter mil pessoas de todo o lado,as primas,os primos,destes e aqueles,é comer a bela da fogaça,é bailar até a GNR dizer que nao dá mais,é acabar a musica nesse dia e ir ao falecido BDV ou ao Laurindu's, cuja viagem tem sempre pelo caminho "n" peripécias,conversas,risos,abraços e coisas que no outro dia é que uma pessoa se lembra. Depois..ha sempre o pequeno-almoço no largo da feira,(tal como é no Carnaval),onde a decadencia de facto ja é alguma mas só os "duros" lá vao..tudo muito calado,ou entao nao, a comer kelkr coisa para reconfortar o estomago,ir para casa a pé,sozinho,presumo que seja comum a qualquer palmelao que algo acontece no cérebro e diz"vai pra casa pa..."la vamos nós,tomar um banho,dormir,e ás 15..ou mais,vai-se almoçar qualquer coisinha.
De facto nem tudo é cíclico pois só algumas noites duram até ás 9 da manha,sendo que sabado e terça sao as mais "fortes",no entanto, vale tudo.
Pessoalmente,e afirmo aqui publicamente que ando semrpe em modo vindimas nestes dias,nao penso em cafés, cinemas,carro,trabalho(ou nao),é algo que se sente um real sentimento de pertença,para quem esteja a ler isto e more num dormitório qualquer por esse mundo fora,é capaz de nao ter a minima noçao da Energia Positiva que ha por estes dias nesta Vila de Palmela. Mas aqui deixo uma justificaçao aos que sao de fora,que tenham amigos e amigas desta terra, e se interroguem,mas "porque"?!..
nao ha tempo nem paciencia para mais nada,todas estas Festas das Vindimas nos invadem por completo,é tudo tao imenso e intenso que queremos abraçao tudo que possa acontecer por completo,daí...o sêr/ser vindímico tenha muito que se lhe diga.
Faltam-me mil exemplo,situaçoes,pessoas,momentos,tal como o fantástico cortejo(tal como se fazia na antiga Roma) onde anualmente ha uma apresentaçao,as pessoas da terra trajam nos carros alegóricos,comprimentam os demais,quer conheçam ou nao,dao-se uvas,sorrisos,acenos,festas,batem-se palmas e tenta-se dar por momentos um pouco do que esta zona e como é esta Vila.
um grande abraço a todos,desculpem pelo que me faltou dizer,pelo que nao consegui transmitir,mas como dizia Marshal Mcluhan "o meio é a mensagem", se querem saber como é..Venham!!!!
Eu sou de Palmela,e sinto-me vaidoso,orgulhoso,e responsável pelo que isso acarreta.
PALMELA!!!!!!!

1 comentário:

Carmonix disse...

Grande CHAPA, dia 7 de Setembro pelas 20h00 ,passo por Palmela para comer um pão com Chouriço,uma coca-cola e um ou 2 nougats com amendoim (os originais são os do Silva)comprados na banquinha da mulher gorda dos olhos em bico!!!He He He!!!!
Tudo isto só será possível e será mais apetecível com o grande Camané .
Forte abraço, aproveita bem a festa e muita saúdinha!!!!
Ass:Rui-Setgym

Real Time Web Analytics