Número total de visualizações de página

domingo, julho 31, 2011

por vezes surgem.

" Passa de vez em quando uma rapariga numa vida, uma rapariga alta e morena, com cabelo até à cintura, que olha para trás e para nós como se nos pedisse para dizer "eu vou matar-me". E essa rapariga só precisa de um segundo, de um pequeno segredo, que nos esconde na alma, sem se importar com isso. E fica-nos para o resto da vida, presente em todos os instantes da vida, atravessada nas nossas poucas alegrias.
Arruina-nos os amores, passando pelos quartos onde estamos deitados com raparigas muito piores e olhando por cima dos ombros como se tivesse pena de nós.
Às vezes passa uma rapariga na vida que nunca mais deixa de passar, que nos interrompe e condena e encanta, sem saber o mal e o bem que nos faz e que nos fica na alma como aquelas pessoas que passam no momento em que se tira uma fotografia e passam a ser a pessoa que se fotografou (...)
"

Miguel Esteves Cardoso

1 comentário:

Ana Si disse...

este n conhecia.

perfeito demais! Lindo!

só tu mm para te encontrares nas palavras deste homem que arrebata a alma e o coração e deixa sem fôlego os pulmões de quem o entende tão bem...

Real Time Web Analytics