Número total de visualizações de página

terça-feira, março 06, 2012

...creio que sim

...e os momentos que olhamos ao espelho depois de um hotel com carpetes, quando chegamos ao wc e pensamos no vazio do sentido de tudo aquilo. De no momento em que nos vimos os dois cada um sente lá longe algo inexplicavelmente privado..
fala-se disso, do amor proprio de desejo que nos é instigado, que nao podemos ter como pecado, que nos é proposto e que tanto desejamos.
..
..
sente-se o relogio a passar, o elevador a chegar, os passos em direcção á porta, os beijos dados de desejo louco. é ali.. naquele instante, como se o mundo acabasse que todos nos damos ao prazer, arde, sente-se, quere-se sentir o prazer e as maos pelo corpo.
quere-se caçar, somos todos caçadores, somos todos alguem que tem o ritmo certo com o nosso corpo. como se fossemos todos uns leopardos que andamos pela selva em busca da presa. queremos isso.desejamos isso. as roupas no chão, deixar o vazio do sentimento e o sentido do para sempre. Podemos pensar nisso quando estamos na praia e o sol está-se a por ao fundo, podemos querer isso quando todos os nossos amigos se casam ou fazem a vida.. mas todos temos essa doce vergonha de sermos"nós" a mandar nesta selva. Não creio que o façamos eternamente diariamente,mas todos gostamos de andar aí como se fossemos quem decide quem iremos devorar hoje á noite. está-nos no sangue, na musica, nos corpos que dançam e nas luzes. ..
quando falavam no fruto proibido, devem te-lo proibido porque nao nos iriamos controlar quando o devorassemos a primeira vez.


talvez o tic tac deva ser destruido quando o "maior" nos atingir no peito. será com a idade? quando o Ego for destruido?..
creio que por vezes grande males, levam a grandes remédios, e que a destruição pode muito bem ser uma forma de criação, resta saber fugir momentos após. Mas fugir de quem? de nós mesmos?... e os principios?..que importa lutar por algo, se lá dentro ha algo que nem o proprio controla?..aceitar?..seremos nós capazes disso bem como o nosso Ego?..seremos todos uns seres lascivos do proibido?..será culpa da sociologia que nos leva a caprichos de prazer instantaneo a ponto de nos viciar o corpo e a mente?..seremos todos doentes e descontrolados pois o corpo manda mesmo mais do que imaginamos?!..

nao sei.. juro que nao sei.
sou grato pelo que tenho.
se um dia tiver alguem, que me drogue e que me leve.
mas vou ter ca dentro este sentido, que no meio dessa viagem, terei sempre o meu lado lascivo. sem dependencias, mas sim de preencher por completo. até ao dia.

disse um "cabrão de primeira apanha", como me chamaram no outro dia.

Sem comentários:

Real Time Web Analytics