Número total de visualizações de página

segunda-feira, julho 30, 2012

smooth out.

semana passada ia tendo um encontro de 3ºGrau com alguem que já nao anda por cá neste mundo. metaforicamente falando. De facto, pode ter sido interessante o gesto, mas ao mesmo tempo face ao "mais do mesmo de sempre", não se efectuou e acabou por nao surgir o jogo de punhais em modo de "paz". Incrivel como o indiferente está proximo do machado de guerra espetado no solo. Mas não ha machado de guerra, apenas certezas de lições aprendidas de outras peças vistas no passado. Será um Teatro, uma paz podre, ou uma tentativa de tal alien em nao ser mais"renegado" por este globo que me pertence?...não sei, pode parecer que sim. Pode até mesmo sê-lo. A serio que pode ser, porém tal como a musica e os ditados. tanto que queria mostrar o "eu" que sou, como me é indiferente. como até tenho as boas vibes e deixava que mostrassem algo "novo", como existe ainda muito sentimento mau sobre o tal alien. O alien que de facto viva bem, seja próspero e tenha o que vem nos livros, mas para mim será "sempre" um alien de outros mundos que abandonei ha muito. isto de se ouvir novos mundos tem um misto de curiosidade como de renegação e pouca vontade que se deixem mostrar. Afinal, ha muita coisa que não muda, e o quadro que foi pintado é tão negro..mas tão negro que nem me atrevo a olhar. No entanto, ha sempre hipotese de isto ter sido uma ténue estratégia qualquer que as mulheres fazem para saber se nós ainda perdemos tempo a pensar nelas. 700 e tal dias depois. esta pelo menos ja me fez perder hoje 5 minutos a fazer este texto. hm..

2 comentários:

Mightyafrodite disse...

Escreves bem...e tens toda a razão ao escrever que é: "incrivel como o indiferente está proximo do machado de guerra espetado no solo". Like ;)

o mesmo de sempre. disse...

obg :)

Real Time Web Analytics