Número total de visualizações de página

segunda-feira, maio 12, 2008

copy paste.



26-01-2008
um nada que é tudo
tão estranho como o tudo e o nada podem andar tão juntos. momentos e breves momentos, nada mais..Por vezes nao passa de uma imune situação de prazer momentaneo,uma boa sensação que tanto estranhamente ocorre como desaparece.
por vezes penso se será uma sina, ou algo que me foge das maos..como aqueles graos de areia que queremos agarrar e nao os conseguimos sustentar. é um triste fado demasiado evidente..nao é uma hipocrisia nem seria certo baixar armas ao pessimismo,mas é. foge-me das mãos.tudo. nao falo de nada,mas falo de pequenas essencias que tanto ajudavam.
nao foi agora que percebi,este sentimento estupido,este amargo de boca,está aqui. que fazer...nada.
quero,luto,mesmo... a ver o que acontece.e se nada surgir?!..odeio-me se por vezes remeto isto para o meu umbigo,secalhar o problema é esse..ou nao. é assim..mesmo.um nada que é tudo.
Aquele nada que me faz olhar para as mãos e nao vejo coisa alguma..aquele momento que olho e posso ter tudo. parvoice senhores,pura parvoice..nao posso fazer contas com o que seja.mesmo.
como se tudo fosse uma canção em modo menor..pratico,real,evidente,e sem volta a dar. deverá ser isso... mais facil aceitar uma má derrota do que uma aparente vitoria que..nem passa por ser uma coisa nem outra.
odeio-me por isto. odeio-me por me negar,por me envergonhar,por nao gritar qd tenho de gritar.só. "i wish i was special"....só. vaidosismos estupidos, talvez..nao para sobressair,mas para conseguir vencer, nd mais.nao queria vencer fosse quem fosse,apenas por mim.smooth,tranquilo..mas não. como se o fogo se propaga-se semrpe da mesma forma,e sempre que o alimentasse ja sabia sempre que iria morrer. Sinto-me insensato qd alimento um fogo que sei,e que sinto, que irá apagar-se por si só.
não é para mim,como tudo.e como nada. quero fugir..correr,sdesaparecer,ir para longe,para muito longe,como diz a musica.estou farto..mas n faço seja o que for,odeio.
tanto tempo que nao o proferia..
poruqe é que o sol nao traz o novo resplendor,e os dias sao sempre mais um dia e a cor é sempre a mesma. porque é que eu só quero é paz e os sonhos se perdem como meras nuvens que vao para nunca mais.
as canções morrem sempre antes de nascerem.. meros "se's" que nem aí chgam a ser.
n gosto de gente má.é feio ser de má fé, tratar mal,propagar..levar para caminhos desleais e envenenados.digo eu.
tenho frio há demasiado tempo...mesmo.tou farto de ter frio.e sei que sempre o irei sentir.
vou dormir..doi-me tudo.

by"antigo" Lobos.

Sem comentários:

Real Time Web Analytics