Número total de visualizações de página

domingo, outubro 11, 2009

Budapest.(ainda sem palavras)

tentei fugir ao "mundo" turista da cidade.


este sou eu. (momento de egocentrismo puro)

e deixo aqui alguns dos inumeros pontos de vista que por lá captei.




numa foto sou eu que apareço,pois como ainda nao tenho o dom da obiquidade,teve de ser um amigo a apanhar-me com a AE-1. (epa que baboso que fui agora).


amanha ou depois, passo por aqui para deixar umas palavras sobre as duas cidades numa só.

amo esta foto, vinhamos de Buda,olhei a timidez "social" das Hungaras e assim que ela espreitou matei-a.

Linda a rapariga,elegante,jovem,atrevida,curiosa..okay, acho que perceberam. E as hungaras sao simpaticas,o inglês ás vezes faz milagres....(ahahha)




2 comentários:

M. disse...

Sim, 'palavras' sobre as duas faces de uma mesma cidade, de um mundo 'dividido' em 2 :)!!

Porque estamos em dia de eleições, voto em 3 fotografias (creio que são: 5ª, 7ª e 11ª) das que publicaste: a do casal a passear que observa a rapariga e a criança, a da avó (?) e do miúdo a descerem as escadas e a do eléctrico com o sol pujante que se afirma.
A primeira pelo que (para mim) representa, várias gerações, harmonia, sentimento.
A segunda porque me faz lembrar momentos de vida. Provavelmente seriam fotografias que "tiraria" :), com as quais (no papel do fotógrafo) me identifico...
A terceira porque tem movimento, tem força, parece ter luta!

M.

p.s. não passa de uma simples opinião, não pretende ser "crítica" ..'absente' qualquer tipo de pretensiosismo...

Miss Independent * disse...

Simplesmente perfeito. Gostei particularmente do teu momento de egocentrismo puro :)

Real Time Web Analytics