Número total de visualizações de página

domingo, abril 19, 2009

um texto meio transparente.


um texto meio transparente.
Pressinto demasiadas vezes que somos demasiadas metáforas ou subterfugios desnecessariamente.
há quem,coloque mascaras de alegria,há quem se esconda por ruas e becos mal iluminados,outros encontros ou olhares de final de noite. Isto vem a proposito de que hoje em dia nao ganhamos muito por ser algo mais "protegido",mas ao mesmo tempo nao te surge muito mais na jogada se fores a jogo e todos saberem como queres jogar.
Ou será acaso,ou serão gostos,ou são as pessoas,estilos,musicas,desencontros,imagens erradas creio...

Não existe essa medida certa de cobiçar e apertar seja o que fôr.Tal como uma ansiedade sai gorada,uma sms sem valor algum pode despoletar uma historia imensa.
Já me aconteceu,confesso. Acho que basta uma leitura errada de uma letra de musica,e a coisa arranca. É só um exemplo,mas falo sim da decisao que tomamos em sermos"nós mesmos"naquele instante,ou preferirmos mostrar algo mais "seguro".
É um simples caso de Pessoa"quando quis tirar a máscara,estava agarrada á cara",e daí vem essa sensaçao estupida que é sentires dentro de ti que devias ter mostrado uma faceta diferente,e teres visto que o relogio nao parou e agora jamais a situaçao se irá inverter. Se isto se for tornando repetitivo,o tao aclamado "killer instinct" passa para algo mais estrutural,de se perder esse receio e apostar na total transparencia. pois.. mas agora vem a outra parte,mas assim corres o risco de por a cabeça no cepo e de haver um machado perdido por aí.
não existe uma receita certa,talvez filtrar(como aconselho vivamente)e por etapas ir aumentando ou diminuindo essa mesma transparência.
Deixo aqui um repto a todos,que agora quando passarem as águas mil de abril,"se as trovoadas de maio"nao aparecerem,a reconsiderarem todo o vosso staff de casting,é que com os raios de sol,há muita coisa que reluz e que nao é ouro. E é preciso ter cuidado com essas coisas.
Eu falo por experiencia propria,confesso,mas para deixar uma boa acçao no ar:andem de olho aberto.
E nao,neste momento nao é nenhum desabafo,apenas que por vezes podemos cair em ideias erradas,em cores e cheiros para combater a solidao e depois pode dar merda.
epa e nao me digam outra vez que penso demais e que vivo á superficie,pk se faço estas contas todas e dá o que dá..se apesar de as fazer,se vivo e vejo o que vejo.
é porque sei do que estou a falar.Let it Flow,mas vejam bem onde pisam.
o texto saiu ao lado do tema que queria falar,mas nao fui capaz.
vou tentar em duas frases:as cores que mostras por defesa de ti mesmo,podem-te fechar portas,e as cores que mostras de ti mesmo,podem-te criar cicatrizes que te ficam para sempre.nao é pra rimar,nem é para ficar bem com uma dicçao ou ritmo perfeito,pensem nisso.
vou-me deitar.queria mesmo era tirar os pés do chão com os ingredientes todos.
sabado foi meio bizarro,amanha..não sei.
estou cansado e sinto-me banal.
merda de sono que vai ser este.

1 comentário:

Dino disse...

nem escritos sem tinta se tornam transparentes.
sempre transparece e consequentemente retoma-se o equilibrio

Real Time Web Analytics